Qr Code. Agora uma realidade!

Brado desde 2011 que o uso do Qr Code na advocacia era algo útil e poderia ser utilizado em escala, tanto que recentemente uma notícia abalou o mundo jurídico como novidade: Um advogado ao usar um qr code para explicar em video a sua petição, ganhou uma antecipação de tutela.

Vejamos um trecho da notícia:

O juiz de Direito José Maria Nascimento, do 13º JECiv de Natal/RN, destacou o uso de um QR Code na petição inicial de uma ação de obrigação de fazer combinada com indenizatória ao conceder uma antecipação de tutela. De acordo com o disposto na decisão, a prova anexada por meio do QR Code foi fundamental para comprovar o fato que motivou a ação.

A ação questionava a suspensão de uma linha telefônica pela empresa Telemar Norte S/A, conhecida pelo nome fantasia “Oi”. A autora alegou que pagou a fatura que teria gerado a suspensão da linha e juntou tanto o comprovante de pagamento, quanto o aviso da operadora de que aquela fatura específica teria gerado a suspensão.

No entanto, além da inclusão dos documentos impressos, o autor da ação inovou ao adicionar um QR Code, bem como um hiperlink, na petição enviada através do PJE.

Fonte: http://www.migalhas.com.br/Quentes/17,MI266680,21048-QR+Code+usado+em+peticao+inicial+garante+antecipacao+de+tutela

Muitos acharam isto uma novidade quente, contudo, já não é. Qr Codes são amplamente utilizados por empresas e no universo jurídico fora do Brasil há muito tempo.

O primeiro artigo que escrevi sobre este tema foi em 2011, há 6 anos atrás. Inclusive lá explica detalhadamente como obter, criar e usar um Qr Code, acesse: https://gustavorochacom.com.br/?s=qr+code

Por óbvio, o importante desta notícia é que ela nos revela algo essencial hoje no mercado jurídico: PRECISAMOS NOS REINVENTAR SISTEMATICAMENTE para permanecer no mercado.

A tecnologia só vale a pena se for útil, então não perca tempo com tecnologias que você não usa ou não quer nem saber de usar.

Faça um exercício simples agora, neste momento: Acesse seu celular e olhe todos os aplicativos ali instalados. Quais você realmente usa e quais estão ali ocupando apenas espaço? Porque não delatar do celular aplicativos inúteis a sua realidade?

O mesmo vale para petições: Porque não deletar páginas e mais páginas de jurisprudência que todo mundo está careca de saber? Porque não tentar qr cores com videos ou links para sites com matérias atualizadas sobre o tema que está sendo objeto de litígio?

Pensar vem antes da tecnologia. Gestão, idem. Tecnologia só se for útil!

#PenseEFETIVAMENTENisto

____________________________________________________
Sou Gustavo Rocha
CEO da Consultoria GustavoRocha.com – Gestão, Tecnologia e Marketing Estratégicos
(51) 98163.3333  |  gustavo@gustavorocha.com  | http://www.gustavorocha.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s