Mudança do Marco Civil da Internet por medida provisória: Censura ou liberdade de expressão?

No dia 6 de Setembro de 2021 o presidente Jair Bolsonaro adotou a medida provisória 1.068/21 que entre diversas alterações somente permite a exclusão de conteúdos da internet por “justa causa”.

A referida justa causa dita taxativamente as possibilidades em que um conteúdo deve ser excluído:

  • inadimplemento do usuário;
  • contas criadas com o propósito de assumir ou simular identidade de terceiros para enganar o público, ressalvados o direito ao uso de nome social e à pseudonímia e o explícito ânimo humorístico ou paródico;
  • contas preponderantemente geridas por qualquer programa para simular ou substituir atividades humanas na distribuição de conteúdo (bots);
  • contas que ofertem produtos ou serviços que violem direitos de propriedade intelectual;
  • cumprimento de determinação judicial;
  • conteúdo em desacordo com o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente)
  • nudez ou representações explícitas ou implícitas de atos sexuais;
  • prática, apoio, promoção ou incitação de crimes contra a vida, pedofilia, terrorismo, tráfico, etc;
  • apoio, recrutamento, promoção ou ajuda a organizações criminosas ou terroristas ou a seus atos;
  • prática, apoio, promoção ou incitação de atos de ameaça ou violência, inclusive discriminação ou preconceito de raça, cor, sexo, etnia, religião ou orientação sexual;
  • promoção, ensino, incentivo ou apologia à fabricação ou ao consumo, explícito ou implícito, de drogas ilícitas;
  • prática, apoio, promoção ou incitação de atos de violência contra animais;
  • usar ou ensinar a roubar credenciais, invadir sistemas, comprometer dados pessoais ou causar danos a terceiros;
  • prática, apoio, promoção ou incitação de atos contra a segurança pública, defesa nacional ou segurança do Estado;
  • usar ou ensinar a violar patente, marca registrada, direito autoral ou outros direitos de propriedade intelectual;
  • infração às normas editadas pelo Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária referentes a conteúdo ou material publicitário ou propagandístico;
  • disseminação de vírus ou malware
  • comercialização de produtos impróprios ao consumo

De um lado, pessoas que dizem que a MP traz liberdade de expressão, pois somente pode excluir o que a lei diz que a justa causa dita nesta MP criada.

De outro lado, a questão de que se for mantido do jeito que está, a cada novo tipo de crime ou situações novas que possam ser geradas no âmbito de redes sociais e/ou internet, teríamos que alterar a lei para dar mais uma possibilidade da referida justa causa.

A MP entrou em vigor desde 6 de Setembro e no dia 14 de Setembro foram suspensos seus efeitos, pois o Senado devolveu ao Congresso a MP por haver projetos de lei sobre o mesmo tema, entre outros motivos.

Embora a MP diga que veio trazer a liberdade de expressão, ao meu sentir, ela tira a liberdade ao taxar o que seria a justa causa e ainda traz todo âmbito para o judiciário, pois se não encaixa nas medidas ali mencionadas, deve-se buscar o judiciário para resolver a questão (algo que hoje seria possível direto com as redes sociais ou provedores de conteúdo).

Outro ponto que saliento é sobre algoritmos, que não foram mencionados pelo texto e podem ser o motivo de excludente de uma publicação, quer dizer, publico, fica no meu site ou rede social, mas ninguém recebe na sua linha de tempo, não aparece pra ninguém, pois o algoritmo não entrega… (não confundir com robôs mencionados no texto legal, são conceitos diferentes).

Enfim, o debate é importante e precisamos cuidar para não deixar que leis cerceiem a liberdade em nome da própria liberdade.

#PraPensar

Sou Gustavo Rocha

Professor da Pós Graduação, coordenador de grupos de estudos, membro de diversas comissões na OAB.

Atuo com consultoria em gestão, tecnologia, marketing estratégicos e implementação de adequação a Lei Geral de Proteção de Dados – LGPD.

Quer conhecer mais? http://www.gustavorocha.com

Prefere mandar email ou adicionar nas redes sociais? gustavo@gustavorocha.com 

Algo mais direto como Whatsapp, Telegram ou Signal? (51) 98163.3333

#Gestão #Tecnologia #MarketingJuridico #Privacidade #LGPD

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.