Drummond e Rocha em poesia e gestão, pois não! #GustavoRochaemEssência

Assim profetizou Carlos Drummond de Andrade,

No seu poema memória,

Onde amor e certeza,

Faziam parte da história.

 

Vejamos então esta bela poesia,

Maestria de um mestre aquilatado,

E alguns versos deste outro poeta minoritário,

Posto que assim dizia o majoritário:

 

Memória

Amar o perdido
deixa confundido
este coração.

Nada pode o olvido
contra o sem sentido
apelo do Não.

As coisas tangíveis
tornam-se insensíveis
à palma da mão

Mas as coisas findas
muito mais que lindas,
essas ficarão.

(Carlos Drummond de Andrade , “Poemas”. Rio de Janeiro: J. Olympio, 1959)

 

Traço um paralelo com a gestão jurídica,

Pois o amor é base de todas as instituições,

Inclusive daquela que sobrevive da justiça,

Independente do credo, raça, cor ou reza bendita;

 

Entretanto, somente amor não mantém a estrutura ativa,

Precisamos mais para dar liga,

Precisamos de projetos, vida, amor e verbo,

Precisamos concluir o que ao amor doamos em nosso destino eterno;

 

Vejo muitos amores acabarem por falta de continuidade,

Ao sinal do primeiro problema já se troca de sentimento, de verdade,

Algo impensável ao poeta majoritário e a este minoritário,

Pois quando o amor bate, a dedicação é infindável;

 

Assim, para rima ser curta e a mensagem breve,

Aprendamos com o verdadeiro mestre:

O que iniciares com amor a advocacia, termine;

O que fores fazer sem amor, nem inicie;

 

Pois as coisas findas ficarão,

Enquanto as que apenas inicia e jamais termina, nada serão,

Faça agora o seu planejamento estratégico e de gestão,

E no minuto seguinte inicie a sua execução!

 

Palavras, cursos, versos e planos servem como início da viagem,

Que somente servirão de algo com a viagem acontecendo,

Seja a mudança que quer no mundo agora,

Inicie a sua viagem sem demora!

 

E para finalizar,

Uma rima simples, poética e verdadeira:

Planeje, execute, mude, pense, adapte,

Só não fique parado igual a uma árvore,

Pois raizes são boas para manter a árvore de pé,

Mas não a levam a lugar nenhum afora a zona de conforto do próprio pé.

 

Em resumo da poesia,

Deixo minha assinatura,

Um homem que planeja, executa e quer sempre o melhor,

Para, fazendo a sua parte, quem sabe fazer o do mundo um lugar melhor!

____________________________________________________
Sou Gustavo Rocha
CEO da Consultoria GustavoRocha.com – Gestão, Tecnologia e Marketing Estratégicos
(51) 98163.3333  |  gustavo@gustavorocha.com  | http://www.gustavorocha.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s