Novidades no Processo Eletrônico versão 1.4.6

Sei que muitos advogados se perguntam: Como assim versão 1.4.6?

Sim, é uma realidade. O Processo Judicial Eletrônico, famoso PJe é atualizado constantemente e em cada versão nova temos novidades.

Uma questão também de ser vista por cada profissional em cada Estado do Brasil, pois sabemos que nem todos os Tribunais atualizaram para a versão 1.4.5, então, cada versão é diferente em funcionalidades e telas. Saber em qual versão está operando é essencial para obter ajuda.

Atualmente, está em produção (quer dizer em pleno funcionamento) a versão 1.4.5.  Em em contato com a coordenação do projeto no Conselho Nacional de Justiça, fomos informados de importantes novidades da versão 1.4.6 que entrará em operação em breve.

Divido com vocês as novidades:

* Mudança na tela de consulta de prazos no processo, tornando a mesma mais clara quanto ao prazo aplicável (se para ciência ou para concretização dos atos);

* A possibilidade de os advogados e procuradores fazerem upload de vários arquivos ao mesmo tempo (embora dependa da capacidade técnica de cada Tribunal em aceitar a quantidade dos arquivos e esta implantação será feita aos poucos, em cada Tribunal);

* A assinatura eletrônica será validada para operar com Windows 8, além da situação atual, em que ela opera no Windows XP e 7, tanto de 32 quanto de 64 bits, e no MacOS X e Linux;

* Haverá melhorias quando da utilização de sistemas em servidores proxy e com outras configurações mais complexas;

* Haverá melhorias de performance (hoje o Tribunal de Pernambuco é o que tem o maior número de processos e está concentrando os testes), melhorando a experiência de uso do sistema;

* O sistema push também está passando por aperfeiçoamentos para melhor servir aos advogados;

(informações recebidas por email)

Ao meu ver, estamos numa estrada com um rumo desejável. Todos os partícipes do processo eletrônico querem a sua total aplicação com sucesso.

O empenho disto depende dos Tribunais, do próprio CNJ e claro, de nós advogados. Se você utiliza e tem problemas a relatar, entre em contato. A OAB precisa ouvir os advogados e junto com os Tribunais construir um processo eletrônico socializador do objetivo que queremos alcançar: Uma prestação jurisdicional eficiente, precisa e justa.

Junto a OAB/RS temos um canal direto de comunicação: http://www.oabrs.org.br/processoeletronico/inicio

Vamos juntos construir o que queremos. Vamos a luta!

______________________________________________
Artigo escrito por Gustavo Rocha – Sócio da Consultoria GestaoAdvBr
http://www.gestao.adv.br gustavo@gestao.adv.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s