[Departamento as quintas] Integração total

Todas as quintas-feiras publicamos no portal www.gestao.adv.br um artigo inédito sobre departamentos jurídicos e seus relacionamentos internos, com escritórios terceirizados e muito mais. Nos acompanhe!

Quando falamos em integração dentro de uma empresa, já vem a mente os eventos que pessoal de RH tenta justamente fazer o que parece ser impossível: Transformar todas aquelas mini empresas diferentes numa única empresa só.

Exatamente assim que funciona em empresas com vários departamentos: Cada departamento tem suas regras, seus gestores, sua forma de pensar e agir e não raramente há debates entre as áreas de maneira um pouco mais ríspida. Como se fossem empresas diferentes, com visão, missão, valores diferentes.

Contudo, não o são.

São todos a mesma marca, a mesma realidade, a mesma filosofia de crescimento, cada departamento na sua especialidade, cada qual na sua realidade para o bem da empresa como um todo.

Se dentro da empresa já funciona assim, como será a integração de um colaborador novo a equipe?

Chega um novo colaborador, pode ser interno, pode ter vindo por seleção externa. Ele chega naquele departamento novo, sem saber sequer a quem se reportar direito. Passam para ele um manual, apresentam a todos colegas novos com aquele sorriso de boas vindas e pronto, aqui está a sua mesa e computador. Bom trabalho!

Como alguém pode ser integrado deste jeito?

Há necessidade de integrar o novo colaborador com pelo menos 3 pontos principais:

1. Suas funções;

2. Quem será seu superior direto;

3. Ambiente e regras deste;

Suas funções

Quer dizer, ele deve saber as suas atribuições mínimas. Se não for viável o treinamento direto, que ele seja colocado ao lado de quem sabe e seja observado ele fazer algumas de suas tarefas. Vale lembrar que estar na mesma empresa não significa saber o que todos os setores fazem.

Quem será seu superior direto

Pode parecer óbvio, mas muitas vezes o gerente que apresenta o colaborador a área apenas reporta a sua autoridade. Dentro do departamento podem haver maiores divisões e se não estiver claro para o neófito quais são, quem for mais antigo ou mais “mandão” irá ter um funcionário para si. A hierarquia deve estar clara. Sempre.

Ambiente e regras deste

Em alguns ambientes pode-se tomar chimarrão, café, bolachas, etc. Noutros, apenas no horário de intervalo. Em alguns ambientes permite-se atender celular particular, noutros não.

Regras. Devem estar claras e explícitas. Caso contrário, não há como cobrar de um novato tal situação.

Enfim, 

Se quisermos uma integração total, devemos treinar, deixar tudo explícito e claro. Além disto, ter um pouco de paciência e bom humor também ajuda. Lembrar que a empresa é uma só e que todos devem respeitar a todos, é essencial. Em suma, integrar significa interagir com respeito em prol da filosofia e continuidade da empresa como um todo, respeitando as funções internas e pessoas envolvidas.

______________________________________________

Artigo escrito por Gustavo Rocha – Sócio da Consultoria GestaoAdvBr
www.gestao.adv.br  |  gustavo@gestao.adv.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s