Curto, direto e objetivo #DepartamentoasQuintas

concorrentes-que-apontam-para-o-mesmo-objetivo-12568279Ah! A objetividade… A simplicidade… Como seria bom se pudéssemos deixar de lado esta maneira prolixa de nos manifestarmos e conseguíssemos – como num passe de mágica – dizer o que queremos e ter do outro lado respostas claras e diretas na mesma proporção.

Utopia? Talvez. E se for utopia, prefiro acreditar no Mário Quintana:

DAS UTOPIAS

Se as coisas são inatingíveis… ora!
Não é motivo para não querê-las…
Que tristes os caminhos, se não fora
A presença distante das estrelas!

E neste sentido de utopia, sonhos, devaneios, vamos trazer tudo isto para o lado profissional: Você consegue ser objetivo, claro e direto? E quando o é, tem o retorno nesta mesma medida?

Difícil, né?

A Harvard Business Review trouxe algumas dicas práticas e objetivas:

 

Dica – Para conseguir a atenção das pessoas, vá direto ao ponto

Com as pessoas sendo constantemente bombardeadas por solicitações, pode ser difícil conseguir a atenção de seus companheiros de equipe. Por isso é importante ir direto ao ponto sobre o que você precisa que as pessoas façam. Ao invés de mandar um e-mail, elabore uma apresentação ou fale com seu chefe:

– Comece explicando o que deseja. Forneça as informações mais importantes de primeira e solicite o que precisar. “John, preciso de seu conselho sobre o lançamento deste produto.”

– Faça a ocasião. Contextualize o suficiente, para que quem ouve seja capaz de acompanhar. “Para refrescar a memória de vocês, o evento planejado é…”

– Explique as razões. O que levou você a trazer essa mensagem? “Precisamos entender como motivar o fornecedor a respeitar os prazos estabelecidos pelo marketing.”

– Conecte-se ao panorama geral. Por que sua audiência se importará com isso? “Esse é um passo crítico para que atinjamos nossa meta de fidelizar 65% dos clientes”.

Adaptado de “How to Get Your Colleagues’ Attention”, por Amy Gallo

Fonte: http://hbrbr.com.br/dica-para-conseguir-a-atencao-das-pessoas-va-direto-ao-ponto/

Interessante, não?

E como fazer na prática? Primeiro mudando em si mesmo. Quais suas atitudes hoje no trabalho? Manda tudo por email? Escreve 20 páginas e diz que foi uma petição singela?

Tudo começa com a pergunta, com o primeiro passo. Se você começar a ser objetivo, se você buscar soluções mais simples, claras e concisas, a possibilidade de retorno neste mesmo sentido passa a existir. Caso contrário, não há nem como pedir simplicidade se somos prolixos, não é mesmo?

Então curto, objetivo e direto: Obedeça o princípio KISS: Keep it simple stupid!

E seja feliz.

____________________________________________________________________________

Artigo escrito por Gustavo Rocha

GustavoRocha.com – Consultoria em Gestão e Tecnologia Estratégicas

Celular/WhatsApp/Facebook Messenger: (51) 8163.3333

Contato Integrado: gustavo@gustavorocha.com [Email, Gtalk/HangOut, Twitter, LinkedIn, Facebook, Instagram, Youtube]

Web: http://www.gustavorocha.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s