Mentira ou verdade? Quem sabe a sua identidade! #GustavoRochaemEssência

mentiraverdade1 de Abril, dia da mentira.

Nesta data tão específica, que hoje serve mais para brincadeiras do que para reflexões como foi a questão histórica do surgimento desta data, faço, sem nostalgias, a minha reflexão.

O que é efetivamente mentira?

Já disse o poeta Mario Quintana que mentira é a verdade que esqueceu de acontecer. Para tantas pessoas, quase um mantra esta frase em suas vidas.

Pessoas que esquecem de viver e deixam-se levar por falsidades, não necessariamente de outras pessoas, mas muitas vezes de suas próprias mentes e corações.

Pessoas que dizem que querem algo e fazem exatamente o oposto, como muito bem nos brindou Shakespeare:

“Você diz que ama a chuva, mas você abre seu guarda-chuva quando chove.
Você diz que ama o sol, mas você procura um ponto de sombra quando o sol brilha.
Você diz que ama o vento, mas você fecha as janelas quando o vento sopra.
É por isso que eu tenho medo. Você também diz que me ama.”
(William Shakespeare)

E, na maioria das vezes, assim agem por receio, por medo, e não um medo consciente, mas um medo de rejeição, de não participação e até mesmo um medo de falhar.

E, neste sentido de dizer algo e fazer outro, alguns prometem promoções a colaboradores e não fazem, promovem aqueles que são mais risonhos ao invés dos que realmente carregam o piano.

Neste sentido, criam e aprovam a criação de verdadeiros feudos dentro do seu negócio, que é defendido por determinado sócio, ao invés de ser unificado em prol do escritório/marca jurídica como um todo (muito comum entre áreas diferentes do escritório).

Neste sentido demitem e contratam com a mesma velocidade, procurando preço e qualidade, quando na verdade, na sua doce ilusão, conseguem apenas a salgada rotatividade.

Mentiras. 

Não há coisa pior que mentir pra si mesmo, já afirmou o poeta Renato Russo.

E na nossa vida, cada mentira cobra a sua verdade com o tempo. Seja na vida pessoal, seja na vida profissional.

Quer ilusões, mentiras e falsas entregas?

Quer verdade, honestidade e verdade no caminho a ser entregue?

A escolha é sua.

O dia pode ser da mentira, mas hoje pode ser o dia da sua verdade, ou não. Depende de você. Depende da sua escolha.

E aí, como vai ser? Qual a sua escolha?
____________________________________________________

Artigo escrito por Gustavo Rocha

GustavoRocha.com – Gestão e Tecnologia Estratégicas

Celular/WhatsApp/Facebook Messenger: (51) 8163.3333

Contato Integrado: gustavo@gustavorocha.com [Email, Gtalk/HangOut, Twitter, LinkedIn, Facebook, Instagram, Youtube]

Web: http://www.gustavorocha.com

| Aproxime seu celular com aplicativo leitor de Qr-Code e tenha todos meus dados no seu celular na hora! |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s