Todos advogados são iguais?

Muitos virão em uníssono afirmar: Sim, são e tudo um bando de…. Pois é, o pior desta mídia negativa, sensacionalista e inverídica é que muitos destes que falam mal dos advogados, são advogados.

Advogados que pensam que ao falar mal da classe estão ajudando a dizer verdades para a classe. Que xingam OAB e outros advogados bem sucedidos porque eles representam uma elite e por aí a fora.

Vamos ver uma parábola para exemplificar:

Consta que, certa noite, há muitos anos um homem entrou com a namorada no
restaurante Lucas Carton, em Paris e pediu uma garrafa de “Mouton
Rothschild”, safra 1928.

O sommelier, em vez de trazer a garrafa para mostrar ao cliente, traz
o decanter de cristal cheio de vinho e, depois de uma mesura, serve
um pouco no cálice para o cliente provar.

O cliente, lentamente, leva o cálice ao nariz para sentir o aroma,
fecha os olhos e cheira o vinho.

Inesperadamente, franze a testa e, com expressão muito irritada, pousa
o copo na mesa, comentando rispidamente:

– Isto aqui não é um Mouton de 1928!

O sommelier assegura-lhe que é. O cliente insiste que não é.
Estabelece-se uma discussão e, rapidamente, cerca de 20 pessoas
rodeiam a mesa, incluindo o chef de couisine e o gerente do hotel, que
tentam convencer o intransigente consumidor de que o vinho é mesmo um
Mouton de 1928.
De repente, alguém resolve perguntar-lhe como sabe, com tanta certeza,
que aquele vinho não é um Mouton de 1928.

– O meu nome é Phillippe de Rothschild, diz o cliente modestamente, e
fui eu que fiz esse vinho.

Consternação geral.

O sommelier então, de cabeça baixa, dá um passo à frente, tosse,
pigarreia, bagas de suor escorrem da testa e, por fim, admite que
serviu na garrafa de decantação um Clerc Milon de
1928, mas explica seus motivos:

– Desculpe, mas não consegui suportar a idéia de servir a nossa última
garrafa de Mouton 1928. De qualquer forma, a diferença é irrelevante.
Afinal, o senhor também é proprietário dos vinhedos de Clerc Milon,
que ficam na mesma aldeia do Mouton. O solo é o mesmo, a vindima é
feita na mesma época, a poda é a mesma e o esmagamento das uvas se faz na mesma ocasião, o mosto resultante vai para barris absolutamente
idênticos. Ambos os vinhos são engarrafados ao mesmo tempo. Pode-se
afirmar que os vinhos são iguais, apenas com uma pequeníssima
diferença geográfica.

Rothschild, então, com a discrição que sempre foi a sua marca, puxa o
sommelier pelo braço e murmura-lhe ao ouvido:

– Quando voltar para casa esta noite peça à sua namorada para se
despir completamente. Escolha dois orifícios do corpo dela muito
próximos um do outro e faça um teste de olfato. Você perceberá a sutil
diferença que pode haver numa pequeníssima distância geográfica.

A reflexão dos advogados é similar: Nem todos são iguais, mesmo na mesma região geográfica.

Muitos estudam, uma grande parte busca estratégia e tecnologia para auxiliar, alguns planejam, outros planejam e executam e por aí vai, mas todos tem sua individualidade, primazia e visão di direito.

Aliás, visão que nem sempre existe um certo e um errado, mas podem existir mais de uma forma de ver as coisas e ambas estarem corretas ou pelo menos aplicáveis ao mundo concreto.

Nem todo advogado é corrupto, ladrão ou sem-vergonha.

Nem todo advogado é bom, sabe tudo e exerce o direito com plenitude.

E nem por isto, todos são iguais.

O ser humano não é igual, seja na digital, seja na íris. O advogado tem digital e olhos diferentes também.

Quer um advogado?

Procure conhecer seu trabalho (digital) e olhe nos olhos (íris) para ver o que ele diz e como ele vê a sua situação.

Não se sentiu confortável com o advogado? Procure outro. Quem escolhe o profissional é o cliente.

Você é um advogado?

Haja como tal. Respeite o cliente, procure as melhores soluções e aprenda que nem todos são iguais e é justamente na diferença que reside o marketing jurídico (dentro do código de ética) e o sucesso profissional.

Quer se destacar?

Seja diferente.

Senão, poderá ser confundido com qualquer safra de vinho por aí.

____________________________________________________

Artigo escrito por Gustavo Rocha

GustavoRocha.com – Gestão e Tecnologia Estratégicas

Celular/WhatsApp/Facebook Messenger: (51) 8163.3333 |

Contato Integrado: gustavo@gustavorocha.com [Mail, Skype, Gtalk/HangOut, Twitter, LinkedIn, Facebook, Instagram, Youtube]

Web: http://www.gustavorocha.com 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s