Homer Simpson: Cultura?

homerDois artigos na íntegra sobre Homer Simpson… Uma overdose de cultura(?) do antiherói mais querido da América e outra com mais cultura ainda(?) dele:

Cultura de Homer Simpson

Homer Simpsons tem alguns frases memoráveis, inclusive amplamente utilizáveis no âmbito empresarial.

Todos sabemos que o Homer é um antiherói. Ele bebe, fala bobagens, detesta trabalhar, aperta pescoço do filho, esquece nome da filha menor e por aí vai.

Ao mesmo tempo, em um dos episódios dos Simpsons, o Homer sai da Usina Nuclear, vai trabalhar no boliche – que é o seu sonho de trabalho – e tem que voltar a trabalhar com o Mr. Burns porque vem a caminho de nascer a Maggie (ou simplesmente Meg) e ele precisa ganhar mais dinheiro. Então, Mr. Burns diz para ele: Don’t Forget. You’re here forever. (Não esqueça, você está aqui para sempre), como quem diz, agora você é nosso, não adianta ir atrás dos seus sonhos. E volta a tela para o Bart e a Lisa que perguntam ao Homer: Porque temos tantas fotos nossas aqui e não temos nenhuma da Meg? Ele responde: Porque tenho elas aonde eu mais preciso… E aparece fotos dela tampando parte da frase do Mr. Burns, deixando apenas as fotos dela e a frase: Do It For Her. (faça isto por ela). Veja esta parte do episódio aqui.

Destaco 5 frases que certamente você não ouviu diretamente, mas já teve vontade de dizer, fazer ou quem sabe ver no rosto do outro que ele estava dizendo isto…

“Nunca diga alguma coisa a não ser que tenha absoluta certeza que todos pensam o mesmo”.

“A culpa é minha e eu a boto em quem eu quiser”.

“Existem 3 frases curtas que levarão a sua vida adiante: Não diga que fui eu! Oh! Boa ideia chefe! Já estava assim quando eu cheguei!”.

“Tentar é o primeiro passo para o fracasso”.

“Se algo é difícil de fazer, então não vale a pena ser feito”.

No universo empresarial estas frases são o início do insucesso…

“Nunca diga alguma coisa a não ser que tenha absoluta certeza que todos pensam o mesmo”.

Se todos tem a mesma ideia, a empresa tem um problema sério. E a criatividade? Será que não podemos criticar procedimentos? Situações? Dar ideias novas, pensamentos em brainstormmings?

É, precisamos pensar diferente, afinal, toda unanimidade é burra, já dizia Nelson Rodrigues.

“A culpa é minha e eu a boto em quem eu quiser”.

Parece que certas pessoas pensam assim mesmo, não é? Uma dica: Pare de achar culpados. Busque soluções de procedimentos, processos internos, situações. Achar culpados é inútil.

“Existem 3 frases curtas que levarão a sua vida adiante: Não diga que fui eu! Oh! Boa ideia chefe! Já estava assim quando eu cheguei!”.

Assumir suas responsabilidades é a melhor maneira de crescer no universo empresarial. Puxar saco, culpar outros ou não assumir, nada adianta, exceto se você for um desenho animado e quiser fazer rir outras pessoas!

“Tentar é o primeiro passo para o fracasso”.

A frase é um absurdo em si: Tentar é o primeiro passo ao sucesso! Sem tentar, não há como saber se o futuro vai ser diferente.

“Se algo é difícil de fazer, então não vale a pena ser feito”.

Muitas pessoas parecem concordar com esta frase do Homer… Ao primeiro sinal de dificuldade, desistem. Dificuldades devem ser o maior motivacional do seu caminho! Se houverem dificuldades, maior e mais saborosa será a sua vitória!

Enfim,

Não sejamos como o Homer Simpson, mas sim, vamos aproveitar a sua cultura (ou falta dela) para refletirmos nesta sexta-feira!

Mais Cultura Simpsons – Homer Simpson

Ano passado apresentamos algumas pérolas do Homer Simpson que podem ser utilizadas no universo empresarial. Leia o post anterioraqui.

Hoje apresentaremos 3 frases deste anti-herói com alguns comentários de negócios.

1. “Por favor, não me levem, eu tenho mulher e filhos… levem-nos a eles.”

2. “Pai, é verdade que você fez muitas coisas maravilhosas, mas é muito velho … e as pessoas muito velhas são inúteis.”

3. “Deus, porque motivo tenho que passar 2 horas do meu Domingo na igreja a ouvir as diferentes maneiras de como ir para o inferno?”

Vamos lá:

1. “Por favor, não me levem, eu tenho mulher e filhos… levem-nos a eles.”

Não literalmente, mas isto ocorre e muito dentro de escritórios e empresas: Sempre querem achar um bode espiatório, alguém para levar a culpa e pagar o “pato” pelo erro de outros.

Este tipo de profissional merece ser comido vivo antes dos outros!

Precisamos de profissionais que assumam seus erros e acertos, valorizem-se na medida e busquem aperfeiçoamento! (até rimou!)

Precisamos de mais trabalho e menos desculpas.

Precisamos de mais e não de discursos…

2. “Pai, é verdade que você fez muitas coisas maravilhosas, mas é muito velho … e as pessoas muito velhas são inúteis.”

Este é outro absurdo que hoje em dia ainda persiste. Quem disse que idade é sinal de descarte? Documentos podem ter data de descarte. Backup, também. Idade é o contrário, acumula conhecimento e mais, talvez insubstituível: Experiência.

Se analisar a mim mesmo, assim como você pode fazer leitor, verás que a 10 anos, melhor 5 anos, ainda 3 anos, 1 ano, mesmo na semana passada, éramos diferentes do que somos hoje. E mais, do que seremos amanhã, quando virar hoje. Aprendemos, sofremos, vivemos, enfim, adquirimos experiência.

Qual o preço disto?

Algumas rugas? Estou preparado.

Cabelos brancos? Um charme.

Virar um reclamão? Espero que não…
Experiência não mata ninguém, bem pelo contrário, fortalece. Inteligência emocional, palavra mansa, olhar crítico. Só o tempo faz isto baby…

3. “Deus, porque motivo tenho que passar 2 horas do meu Domingo na igreja a ouvir as diferentes maneiras de como ir para o inferno?”

Sem entrar na conotação religiosa, mas a ideia é esta: Porque participar de reuniões, assembléias, sindicatos se vou lá apenas para ser xingado ou pior, ouvir baboseiras?

Agora, de nada adianta reclamar do discurso e nada fazer a respeito. Se queremos algo melhor, devemos ser a mudança que queremos ver no mundo.

E mais, se você não acredita na filosofia da sua empresa, caia fora. Emprego, mercado tem de sobra. Profissionais que não acreditam no que a empresa oferta ou tem como objetivo, não vale a pena. Nem para a empresa, nem para o profissional.

Enfim,

Mesmo sendo um péssimo exemplo, Homer sempre tem algo a ensinar!

* Artigos escrito em 2011 e 2012, reeditados em 2013.

______________________________________________

Artigo escrito por Gustavo Rocha
Sócio da GestãoAdvBr – Consultoria em Gestão e Tecnologia Estratégicas
[+55] [51] 8163.3333 | www.gestao.adv.br |
Contato integrado: gustavo@gestao.adv.br [Email, Skype, Gtalk, Twitter, LinkedIn, Facebook]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s