A importância do reconhecimento, por Polliana Giraldello

É engraçado como quando as pessoas passam a cargos simplesmente se esquecem de como foi ser empregado, não?

Como é mais fácil cobrar retorno, cobrar aumento de produtividade, cobrar pontualidade, cobrar, cobrar e cobrar… Mas, e valorizar as competências que cada colaborador tem?

Coincidência ou não, hoje, acessando o Facebook, vi o comentário de uma das minhas “amigas internéticas” (Sim maridón, eu estou usando o presente novo e curtindo muito!) que vai ao encontro do que penso com relação à relação empresário/gerente/supervisor x empregado. Assim dizia ela:

“A minha chefe parou aqui do meu lado agora pra me elogiar. Palavras dela: a gente sempre pensa, mas às vezes esquece de dizer, então vim te dizer.

 Fica a dica pra quem é chefe: se gosta do trabalho do seu funcionário, não fique apenas pensando. Pare e fale.

 A Pati (chefa) fez o meu dia”

Em grande parte das vezes, a “alta administração” entende como valorização do corpo funcional apenas o “faz-me rir”, “os pilas” no final do mês. E ninguém aqui está dizendo que elogios botam comida à mesa ou que compensam inflação. Não! Mas reconhecimento também é parte fundamental da relação patrão x empregado.

Somos movidos por desafios. Isso é consenso entre os seres humanos, acredito. Mas por vezes, é bom saber que estamos no caminho certo, realizando um trabalho a contento ou até mesmo superando as expectativas. Se o chefe sabe dar aquele puxão de orelha nas horas em que as coisas não estão bem, por que tamanha dificuldade em dizer que se está satisfeito com o trabalho apresentado pelo “Fulano de Tal”? Um elogio, feito na hora certa, o saber reconhecer o bom serviço prestado serve de importante motivador no ambiente de trabalho: permite que o colaborador se sinta reconhecido por suas funções, e, portanto, parte/peça chave da equipe que faz parte.

Fazer o trabalho para o qual foi contratado é, sim, obrigação do colaborador, mas quando esse colaborador faz esse trabalho bem, precisa ser reconhecido! Muitas vezes, esse é um fator chave na hora de decidir entre se manter no trabalho atual, onde me sinto parte do grupo e tenho meu trabalho reconhecido e um bom ambiente de trabalho, ou se lançar na busca de um emprego novo. O elogio, ou reconhecimento é mais uma arma na busca pela retenção de talentos, um desafio para os gestores.

Então, fica a dica: saber valorizar o que se tem, desde sempre é uma estratégia de sucesso! Como diz a minha “amiga internética”, não fique apenas pensando, pare e fale!

Artigo escrito por Polliana Giraldello

2 comentários sobre “A importância do reconhecimento, por Polliana Giraldello

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s