No topo da lista

Recentemente o Google alterou seu mecanismo de busca, tentando sempre inovar e trazer aquilo que a pessoa que pesquisa quer.

A regra nova é a seguinte: Se você quer estar no topo das pesquisas do Google, seu conteúdo deve ser 2 R’s: relevante e recente.

Leia uma reportagem sobre este tema aqui (em inglês).

Vamos analisar estes dois pontos:

1. Ser relevante

Como julgar um conteúdo como relevante? Parece complico e ninguém tem uma bola de cristal para adivinhar o que eu ou você está pensando. Agora, o Google tem um dado que eu e você não temos: Milhares de usuários dizendo o que pensam e sentem nas redes sociais e em suas páginas.

Ou seja, cada vez mais o que você faz em redes sociais, sites, blogs, etc tem relevancia para você ser localizado pelo gigante de buscas.

Destas ferramentas, quais você usa: Site, blog, twitter, facebook e linkedin?

Nenhuma? Todas?

Você as mantém atualizada com seus dados? Com postagens novas?

Que tipo de conteúdo você posta lá?

Complexo não? Mas, isto se chama posicionamento. Se você quer ser relevante, você tem que se posicionar com conteúdo relevante. Não adianta postar as fotos das férias no facebook e deixar de lado o seu trabalho bem sucedido.  Você quer ser conhecido por cair da prancha ou por ser um bom advogado?

Ser relavante significa ter foco.

Quer ter um perfil para seus amigos apenas? Sem problema, crie um perfil separado. No seu perfil pessoal ou naquele em que vai o seu nome completo (facilmente localizável), seja profissional.

Você pode e deve ter todos seus contatos profissionais na internet. Se você quer achar alguém hoje em dia, você digita no google. Não tem coisa pior do que ir no google e achar telefone antigo, endereço errado. Parece que a pessoa vive a dois séculos atrás…

Tem algo mais inovador que o Google? Então! Se você quer estar na “onda” dele, seja atual, esteja disponível, tenha foco naquilo que você quer que apareça para todos.

2. Ser recente

De nada adianta estar presente em todas as redes sociais e não ter conteúdo nelas. Uma notícia de algumas horas pode estar desatualizada no Twitter.

Ter uma atualização por dia pode ser mais interessante que 10 atualizações uma atrás da outra e depois passar dias sem postar nada. O que é recente é aquilo que sempre está sendo atualizado…

Uma dica boa: Use o twitter para alimentar as outras redes. Uma postagem no twitter pode ser vinculada ao Facebook e Linkedin automaticamente.

Acostume-se a escrever e publicar conteúdo. Se não tem tempo, poste notícias. O importante é não deixar um blog, por exemplo, com o último post de um mês atrás. Periodicidade faz o conteúdo ser recente.

3. Enfim,

Se você quer ser localizado pelo Google? Escreva, produza conteúdo periodicamente. É a única maneira, ou como dizem os americanos: That the way it is!

 

______________________________________________

Artigo escrito por Gustavo Rocha – Diretor da Consultoria GestaoAdvBr
www.gestao.adv.brgustavo@gestao.adv.br

 

Autor: Gustavo Rocha

Consultor nas áreas de gestão, tecnologia e marketing estratégicos. Acesse: www.gustavorocha.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.