Propósito e direção

“Efforts and courage are not enough without purpose and direction.” – John F. Kennedy

“Esforços e coragem não são suficientes sem propósito e direção.” – John F.Kennedy

Esta frase do Kennedy resume bem esta época de final de ano. Precisamos encontrar para 2012 um propósito e uma direção.

Como assim?

Vamos pensar nos dois pontos separadamente:

Propósito

Para muitos, propósito nesta época do ano é de festas, encher a cara de bebida e “ser feliz” (embora não consiga ver apenas nisto a felicidade). Para outros é uma época de família, religião, reuniões com amigos, etc. E por incrível que possa parecer, apenas para poucas pessoas é uma época de reflexão.

Para mim é uma destas épocas. Reflexão em tudo que fizemos e iremos fazer. Seja no âmbito pessoal, seja profissional.

Reflexão, óbvio, de como será 2012.

Por isto toco no assunto dos propósitos. Quais são os seus propósitos para 2012? Por quais caminhos pretende adentrar/desbravar neste ano que se aventura a chegar? O que até agora você já fez ou faz para que 2012 seja um ano melhor?

Não adianta dizer que tens propósitos se realmente eles sequer estão no papel ou ainda você deixa para depois para fazer seu planejamento estratégico.

Seus propósitos devem estar alinhados com tudo que acontece no seu negócios. Nada daqueles propósitos megalomaníacos que servem apenas para nos frustar por nunca conseguir realizar eles. Faça propósitos reais! Faça com que estejam no papel com prazo para acontecerem e verifique estes prazos. Aconteceu? Ótimo comemore. Não? Procure identificar o porque não conseguiu chegar lá (eu escrevi o porque e não quem, pois não são pessoas, são situações, fatos e decisões que mudam os rumos dos propósitos).

Contudo, de nada vale o propósito sem uma direção.

Direção

Os propósitos tem que ter um objetivo certo. Um caminho a ser seguido e um local de chegada. Esta é a direção deles.

Sem um ponto de onde chegar, nenhum planejamento terá sucesso, pois os liderados precisam ver aonde o líder objetiva seu negócio.

Se a única direção que você consegue opor é o seu próprio sucesso, cuidado, o caminho é solitário e sozinho nada fazemos.

Você tem que dar ao subordinados uma luz, uma estrela guia. Não apenas um plano de carreira, embora este seja importante/fundamental. Você precisa demonstrar que o seu negócio é baseado nos princípios x, y,z e que quem caminhar com ele encontrará nestes princípios a direção de todos os propósitos.

Enfim,

Não deixe para amanhã para ter seus propósitos definidos e bem alinhados com a direção que pretendes dar. Afinal, Seneca, filósofo há mais de mil anos já disse: Nenhum vento poderá lhe ser favorável se não sabes aonde estás indo.

______________________________________________

Artigo escrito por Gustavo Rocha – Diretor da Consultoria GestaoAdvBr
http://www.gestao.adv.br gustavo@gestao.adv.br

 

Autor: Gustavo Rocha

Consultor nas áreas de gestão, tecnologia e marketing estratégicos. Acesse: www.gustavorocha.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.