Dados na nuvem: É ou não é seguro?

Você sabe o que são dados na nuvem? São arquivos seus (emails, arquivos de texto, planilhas, etc) que ficam armazenados na internet e não no seu computador.

Na verdade não é na internet, eles ficam armazenados em servidores em outros locais que não na sua residencia ou escritório e são acessados pela internet.

Esta foi e continua sendo uma tendência. Leia um artigo aqui sobre os altos investimentos neste assunto.

Cada vez mais temos armazenamento na nuvem, seja pelo baixo investimento, seja pela praticidade, celeridade e acessibilidade.

Tudo uma maravilha não é?

Quem dera.

Uma notícia recente demonstrou justamente o contrário: Dados Armazenados na Nuvem da Amazon foram perdidos para sempre. Leia a notícia completa aqui.

Isto significa que a confiança em uma enorme empresa como a Amazon foi desacreditada de uma hora para outra. E o pior não é isto, é que as empresas que perderam seus dados, como é que ficam? Ganham um desconto e pronto?

Sinal de que a Amazon não fez seu dever de casa, ou seja, além de armazenar nos servidores, deveria ter backups diários, backups externos e por aí vai.

Um alerta para todo o mundo.

O que você hoje tem na nuvem na sua empresa? Tudo? Nada?

Por óbvio não podemos generalizar ou radicalizar. Precisamos encontrar caminhos para nossa segurança.

Dizer que não teremos nada na nuvem é bobagem. Qualquer email hoje pode e é acessado em celulares, notebooks, tablets, de qualquer lugar no mundo com internet. São negócios feitos desta forma. Tudo graças a nuvem de dados na internet.

Este é apenas um exemplo. Se você quer um backup eficiente e prático, recomendo o Dropbox (acesse aqui). Com o dropbox seus arquivos estão armazenados na nuvem, em qualquer computador com Dropbox você tem todos seus dados atualizados. Não está na sua máquina? Não tem problema, acesse o site deles e com seu usuário e senha tens acesso a todos os arquivos. E melhor: até 2 GB de armazenamento é gratuito.

Será que algum dia o dropbox pode falhar?

Claro que sim. Por isto, além de usa-lo como meu backup, faço um backup externo uma vez por semana num disco rígido externo. Ou seja, se um falhar, tenho o outro e vice-versa.

Depender única e exclusivamente de um método de armazenagem pode ser perigoso, o caso da Amazon nos remete a isto.

Como você armazena seus dados?

Sequer tem backup? Cuidado!!!

Cada vez mais a informação é poder e necessita ser analisada e arquivada com cuidado.

Pense nisto.

_______________________________________
Artigo escrito por Gustavo Rocha – Diretor da Consultoria GestaoAdvBr
http://www.gestao.adv.br | gustavo@gestao.adv.br

2 comentários sobre “Dados na nuvem: É ou não é seguro?

  1. Alôooooooooo,

    Achei muito interessante a matéria sobre as mães. No Brasil não é diferente. A grande maioria das advogadas brasileras trabalham em escritórios de advocacia que não nos dão nenhuma segurança trabalhista ou direitos.
    Quando temos filhos, somos obrigadas a largá-los com babás ou em creches muito antes dos quatro meses a que supostamente teríamos direito. Se não o fazemos, geralmente quando voltamos nossa carteira foi para o espaço….
    Se somos donas de nosso escritório, o negócio e levar a criança junto, como fiz por muitos anos, tendo uma pequena sala para o bebê ficar e, permitindo que minhas funcionárias fizessem o mesmo. Acabou virando uma pequena creche, mas pelo menos, tínhamos oportunidade de amamentar nossos filhos até a época certa, nos momentos de folga, muito curtos mas extremamente gratificantes, ´ficava com meus filhotes, sem desgrudar.
    Acho que o mundo atual é muito cruel, principalmente para as mulheres, que agora, não tem sequer a opção de não trabalhar, pois ou são provedoras da casa, ou pelo menos entram com 505 das despesas.
    As jovens pensam: Como ter filhos, se não vou conseguir cuidar. Na medida em que o Estado se omite na imputação de multas e fiscalização das empresas que não cumprem a lei para implantação de creches para os filhos das funcionárias e na área de direito, a maioria dos escritórios nãodão o menor apoio a gestante, ter filhos ou sobreviver?
    Pergunta que nunca achei que um dia faria?
    Seria ótimo que através de nosso órgão de classe , na medida em que o mercado já é composto por 50% de mulheres advogadas, incrementasse a idéia de pequenas creches no escritório ou mesmo um auxílio para o pagamento. Só assim, as jovens advogadas, trabalhariam com mais tranquilidade e com certeza renderiam muito mais do que rendem atualmente. Essa é uma questão muito interessante para quem trabalha com gestão empresarial voltada para a advocacia.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.