Pensamento do feriado: Um Admirável Mundo está chegando, de novo…

Neste feriado do dia do trabalho, quero dividir com vocês um artigo do advogado Manoel Florêncio Pompeu de Carvalho do escritório CTO – Feliciano Jr. & Advogados Associados, sobre  um admirável mundo novo…

Lembro-me muito bem quando ainda era um “projeto de gente”, ia visitar meu pai no escritório de advocacia. Um belo dia em meados de 1990. Cheguei ao seu escritório e me deparei com dois objetos absurdamente estranhos, uma espécie de TV ligado a uma maquina de escrever que “não saia papel”.

Aquilo era coisa de outro mundo, um computador em um escritório de advocacia? No Ceará? Como pode? Demorou ainda mais para que meu avô, teimoso como só ele, mudar de plataforma, mas acabou tendo de mudar, pelo reconhecimento tardio das facilidades que a tecnologia trazia.

O scanner então, sou do tempo que os softwares de OCR reconheciam o texto e traduziam para língua alienígena. (Aqueles softwares da Xerox que tinham menos de 30% de precisão no reconhecimento de texto… em Inglês)

Passamos as últimas duas décadas mudando de plataformas, criando novos modelos de fluxo de trabalho e gerindo uma quantidade de informações que só tende a crescer exponencialmente. Ainda não paramos e, acreditem, não poderemos parar nunca de agregar novas ferramentas para a nossa prestação de serviços.

Como dizia o filósofo popular e bacharel em Direito, Didi Mocó:

  • Quem fica parado é “Estáuta”

Até em tão, a solução da Microsoft para processamento de texto bastava para mais de 98% da produtividade dos escritórios de advocacia. Os gerenciadores de e-mail também foram agregados facilmente pelos advogados, embora a maior parte dos casos seja subestimado, e consequentemente, mal aproveitado em todo o seu potencial

Agora, com o advento do processo digital, somos mais uma vez motivados a revisar nosso trabalho. Não somente na administração de transmissão de informação, seguindo as resoluções individuais de cada Corte (Essas particularidades que individualizam os sistemas de cada uma delas, ainda vai criar um atraso muito grande!);, mas também as formas de gerir a segurança das informações contidas nos nossos servidores; a indexação dessa informação para melhor eficiência na produção de novas redações; A digitalização dos nossos arquivos, vivo ou morto;

Enfim meus amigos, quem quiser melhorar sua prestação de serviço, terá de: Conhecer novas  tecnologias, avaliar a necessidade de sua aplicação em curto, médio e longo prazo e, principalmente, tentar, investir, e arriscar. Comecem dialogando melhor com seus departamento de T.I. (Depto. de T.I., num Escritório de Advocacia?)

Aproveitem a reflexão!

Autor: Gustavo Rocha

Consultor nas áreas de gestão, tecnologia e marketing estratégicos. Acesse: www.gustavorocha.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.