Novo vírus infecta pelo menos 3,5 milhões de PCs

Conforme noticiado hoje em diversos saites de informática, apenas um vírus, isto mesmo, um vírus infectou mais de 3,5 milhões de máquinas, sendo mais de um milhão delas nas últimas 24 horas.

O vírus é chamado de Conficker e também conhecido como Downadup e ataca máquinas com sistemas operacionais anteriores ao Windows Vista, como o XP.

Tecnicamente, este vírus explora uma falha de segurança do Windows Server Service que a Microsoft corrigiu em Outubro de 2008.

E a pergunta que não quer calar: Se a correção já havia sido disponibilizada há vários meses, porque tantos micros infectados e principalmente micros de empresas, segundo levantamento da empresa de segurança F-Secure?

Aponto duas problemáticas para isto acontecer:

1. O usuário não atualiza o sistema. Muitos sequer sabem como baixar e atualizar o windows, sendo uma tarefa muito simples, desde, claro, o seu sistema seja legalizado. Aliás, se o sistema não é legalizado e não tem como legalizar, opte pelo software livre. O Ubuntu é excelente.

2. Quem deveria atualizar, não o faz. Já vi muitas empresas com técnicos de informática que não atualizavam os windows dos advogados por afirmarem que não era preciso. Simples e simplesmente isto: não era preciso. O windows XP com SP2 tem tudo que precisa. Atualizar só trava a máquina. No meu ponto de vista, desculpa de quem não quer ter trabalho.

Se você que está lendo este artigo tem computador em casa e/ou administra uma empresa, preste atenção em três cuidados básicos de segurança para quem usa Windows:

1. Ative o firewall do Windows ou utilize um firewall. Se não souber como fazer, chame um técnico especializado, mas é uma garantia muito importante para computadores em rede ou não.

2. Compre um antivírus. Tem antivírus bom de graça, tipo AVG, mas sugiro um pago, que é muito leve e fácil de configurar e operar: Nod 32. Utilizo há muitos anos e gosto dele.

3. Atualize o Windows. Trabalho com windows há muitos anos como usuário e “metido” de tecnologia e sempre o mantive atualizado e não tive problemas de travamento ou quaisquer outros na máquina. Se o próprio fabricante reconheceu a falha de segurança e atualizou o sistema, não há porque não atualizar e manter-se mais protegido.

São dicas simples que podem fazer toda diferença no momento de manter-se longe de vírus e possíveis perda de dados.

Autor: Gustavo Rocha

Consultor nas áreas de gestão, tecnologia e marketing estratégicos. Acesse: www.gustavorocha.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.