Esforço, meritocracia e sucesso #DepartamentoAsQuintas

UnknownUm livro que muitos leram na faculdade ou ainda no segundo grau, mas poucos conseguiram compreender seus meandros: O príncipe, de Maquiavel.

Vamos pegar um trecho para ilustrar:

 

A Dificuldade do Poder Obtido sem Esforço

Aqueles que, só pela mão da fortuna, de vulgares cidadãos se tornam príncipes alcançam o mando com pouca fadiga, mas só com muito esforço o conseguem manter. Não experimentam dificuldades na caminhada para o poder, parecendo que para lá vão voando. As dificuldades surgem depois de serem entronizados. É o que sucede com aqueles a quem é dado um estado a troco de dinheiro ou por graça de quem o concede (…) Os que assim sobem à condição de príncipe ficam dependentes da vontade e da fortuna de quem lhes proporcionou o trono, que são duas coisas assaz volúveis e instáveis, não sabendo nem podendo garantir a sua conservação. Não sabem – porque, a menos que seja um homem de grande habilidade e virtude, não é razoável que, tendo sempre vivido como vulgar cidadão, saiba comandar; não podem – porque não dispõem de forças que lhes possam ser amigas e fiéis. Além disto, os estados que surgem de repente, como todas as outras coisas da natureza que nascem e crescem rapidamente, não desenvolvem as raízes, o tronco e os ramos, sendo destruídos pelo primeiro temporal. Isto, a menos que aqueles que, como eu disse, de repente se tornaram príncipes possuam tanta virtude como a fortuna que tiveram quando o estado lhes caiu no regaço e saibam, rapidamente, preparar-se para o conservar. E aqueles pressupostos que outros preencheram antes de se tornarem príncipes sejam por eles reunidos posteriormente. Nicolo Maquiavel, in ‘O Príncipe’ 

 

Isto data de 1532. E quase 500 anos depois ainda não aprendemos o básico: Se a pessoa não passou pela experiência, não vivenciou os fatos não tem autoridade para comandar, para liderar, para ser quem dá as tintas.

Como pode alguém dar prazos, compreender complexidades, analisar como as pessoas devem fazer algo se esta pessoa nunca esteve no front? É totalmente inviável.

Para ser líder não basta ser filho(a) do dono ou outro grau de parentesco. Não basta políticas e bons relacionamentos. Precisa esforço, conhecimento, merecimento.

Sem isto, você no máximo é chefe. Líder deve liderar, mostrar caminho, ser parte do caminho.

Cuide desta regra também ao dar crescimento aos colaboradores da sua equipe. Premiar quem não trabalha a contento ou quem não detém conhecimento apenas afastará os bons profissionais do seu projeto de negócio.

#PenseNisto

____________________________________________________________________________

Artigo escrito por Gustavo Rocha

GustavoRocha.com – Consultoria em Gestão e Tecnologia Estratégicas

Celular/WhatsApp/Facebook Messenger: (51) 8163.3333

Contato Integrado: gustavo@gustavorocha.com [Email, Gtalk/HangOut, Twitter, LinkedIn, Facebook, Instagram, Youtube]

Web: http://www.gustavorocha.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s