Que tipo de empreendedor é você?

Todos sabemos que os fundadores de escritórios jurídicos pensam nos mesmos como se fossem seus pequenos impérios. Quase um feudo, onde eles mandam absolutistamente, independente de gestão.

Muitos são assim, embora tenhamos exceções.

Por óbvio, o mérito é também do fundador e principalmente do seu espírito empreendedor. Graças a sua vontade de não ser funcionário, de correr riscos e de querer crescer, o escritório existe.

A revista eletrônica InfoMoney cita 6 tipos de empreendedores. Veja em qual perfil está o seu negócio:

 

O faroleiro: é aquele proprietário que não compra uma caneta nova e usa computadores velhos porque ainda funcionam. Esse tipo cuida dos negócios com pouco dinheiro e não está interessado em mais trabalho do que já tem, além disso, é especialista em economizar: não precisa anunciar, possui poucos funcionários e não contrato um contador.

O nazista da sopa: é o empreendedor que exige perfeição dele mesmo e de seus funcionários. Qualquer erro ou detalhe perdido o deixa louco. Também acredita que os clientes são estúpidos que não sabem o que querem, o que precisam, não saber tomar decisões e não fazem nada.

A criança com banca de limonada: é aquele que sabe o que fazer quando a vida oferece um limão. Ele identifica uma necessidade e cria um objetivo para preenchê-la com toda sua dedicação e experiência, criando um ambiente confortável para seus funcionários e clientes. No entanto, não sai da zona de conforto e não tenta expandir, pois as coisas estão bem do jeito que estão.

O cara de família: esse proprietário ensina a avó a fazer inventário e coloca os sobrinhos para trabalhar no balcão, área de marketing, fazer entrega, atender telefone e servir os clientes. Quando alguém da família se casa, já possui um novo ajudante e nunca precisa colocar anúncio de procura-se funcionário. Afinal de contas, para que serve a família se não para tornar o negócio em um sucesso?

O colaborador: é o empreendedor que gosta de fazer parte de uma equipe criativa, vê as coisas por um outro ponto de vista e consegue lidar com desentendimentos ocasionais. Está sempre feliz em compartilhar as responsabilidades e recompensas com os outros, podendo ter sempre a quem culpar quando alguma coisa dá errado.

O conector: é aquele que nasceu para o network, conhece seus melhores funcionários, ajuda quando solicitado, contribui com eventos de caridade, é um participante ativo na associação de comerciantes locais e faz questão de lembrar o nome de seus principais clientes. Tudo para construir a sua reputação e de seu pequeno império.

Fonte: http://www.infomoney.com.br/negocios/noticia/2660406/saiba-quais-sao-tipos-pequenos-empresarios

Todos os tipos são perigosos, mas todos tem seu mérito também. O importante é ler as características e pensar em como fazer para que elas sejam voltadas ao mercado atual, ao crescimento, a globalização e principalmente no foco ao cliente.

O crescimento não é simples e requer muita mudança.

Mudança requer atitude.

Atitude requer investimento.

Investimento requer clientes.

Clientes requer mudanças.

Um ciclo virtuoso…

Que tipo de empreendedor é você? Não importa:

O que realmente importa é: Que tipo de empreendedor você vai ser daqui pra frente.

Você é que pode fazer a diferença. Mãos a obra!

______________________________________________
Artigo escrito por Gustavo Rocha – Sócio da Consultoria GestaoAdvBr
http://www.gestao.adv.br gustavo@gestao.adv.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s