12 questionamentos para líderes

Ser líder não é simples e mais ainda quando temos um mercado competitivo, inovador e sempre em constante mudança.

Temos a necesidade ser inovadores, com riscos programados e principalmente mutantes, sem nenhuma aceitação do comodismo. Não é simples! E, lógico, não é para qualquer um.

Para Jim Collins, esta realidade é tão importante quanto necessária a sobrevivência no mercado das empresas.

Divido um trecho de uma reportagem extraída da Exame.com:

(…)

“Não ganha mercado quem inova, inova e apenas inova. Ganha quem sabe integrar criatividade e disciplina a um produto ou serviço inovador e, claro, que tenha escalabilidade para chegar ao cliente”, afirmou ele.

As empresas mais consistentes são as que, segundo ele, têm seus negócios baseados em paixão, construídos por meio de uma disciplina árdua e criatividade empírica. “Só com elas você tem disposição para fazer o que for preciso e para decidir de forma eficiente sobre como fazer”, disse ele.

Collins também defende que certa “paranoia produtiva” também é necessária aos líderes. “Você só aprende com os erros que te exigem sobrevivência. Não adianta ficar com receio por não conseguir prever de onde e quando virão os próximos obstáculos, mas é preciso que você esteja preparado para quando eles acontecerem”, disse o guru.

(…)

Nesta reportagem, Collins lança 12 questionamentos aos líderes, dando alguns pitacos de resposta, vejamos:

(…)

1-Queremos criar uma grande empresa e estamos dispostos a nos esforçar para isso?

2-Temos as pessoas corretas nos cargos principais? “Colocar as pessoas no lugar certo é a decisão mais difícil que um líder pode tomar e é preciso ser feita para que o negócio prospere”, afirmou Collins.

3-Quais são os fatos brutais? “Ou seja, onde e em que você ainda precisa melhorar”, disse ele.

4-Se nossa empresa desaparecer, quem sentirá nossa falta? “Também nesse sentido, é preciso que o líder se pergunte quais pessoas de sua equipe tem a capacidade de se reerguer se necessário”, afirma Jim.

5-Qual é a sua marcha de 20 milhas? Qual sua motivação pessoal? Como vc sabe se está dentro dela ou não?

6-Onde vamos apostar com base na criatividade empírica?

7-Quais são os valores essenciais que vamos sempre seguir?

8-Qual é a meta ousada, grande e cabeluda que vamos definir para os próximos 15 ou 25 anos?

9-O que pode nos matar e como vamos nos proteger?

10-O que você precisa parar de fazer para dar espaço a esse novo foco?

11-Como você pode aumentar seu retorno sobre a sorte? “Bill Gates não teve sorte, mas ousadia, criatividade, ambição, uma grande ideia. E um pouco de sorte”, disse Collins.

12-Somos uma equipe de gestão de nível cinco e estamos criando uma cultura de nível cinco?

(…)

Fonte: http://exame.abril.com.br/negocios/gestao/noticias/13-questoes-de-jim-collins-que-os-lideres-deveriam-responde?page=1

 

E você? Como responde estes questionamentos?

Parecem simples, mas são basilares em sua essência, o que provoca nas respostas um conhecimento mais aprofundado da empresa, seus objetivos e planos de futuro.

Não deixe para amanhã. Responda hoje. Pense e planeje hoje. Amanhã, deixe para executar o que planejou hoje.

Somente assim sairás do papel ou da mesa para a vida real/prática.

______________________________________________
Artigo escrito por Gustavo Rocha – Sócio da Consultoria GestaoAdvBr
http://www.gestao.adv.br gustavo@gestao.adv.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s