[Saúde e Produtividade] Maneira como dirijo afeta minha coluna?

Passamos horas do nosso dia no carro dirigindo para o trabalho, shopping ou qualquer outro compromisso. Uma pergunta sempre surge quando este tema é abordado: A maneira como dirijo afeta minha coluna? A resposta é bem simples: SIM! Quanto mais veloz e em mais irregular o terreno for, mais vibrações ocorrem. Além da vibração vertical, ainda existe a aceleração frontal, causada pelas paradas e partidas. Quanto mais brusco for à forma de direção adotada, maior será o desgaste do corpo. Desta forma a direção com trocas de marcha mais suaves e em velocidades dentro do limite estipulado conforme as condições da via pública irão trazer maior conforto e segurança para o seu corpo. Uma boa postura frente ao volante ajuda na prevenção de desconfortos musculares ou dores principalmente na coluna vertebral.  Mas como adotar uma boa postura ao volante do meu veículo?

1°) O banco do carro deve ficar a uma distância do volante que permita o motorista manter os cotovelos levemente dobrados quando estiver segurando  na metade superior do volante. Nesta posição os ombros não ficam levantados evitando desconforto nos mesmos. Outro fator é que esta distância deve permitir que as pernas fiquem com bom apoio no chão e os joelhos levemente dobrados.

2°) Encosto com inclinação para trás leve permitindo uma abertura do ângulo coxa-tronco entre 100° e 110° (sentado bem reto no banco este ângulo é de 90°, desta forma é levemente inclinado para trás). Nesta posição a coluna lombar fica bem apoiada e dá suporte ao peso do tronco que se apóia durante o ato de dirigir.

3°) Cabeça olhando para frente, sem inclinação da mesma para os lados ou para frente. Caso esteja precisando inclinar a cabeça para frente ao dirigir revise a inclinação do encosto, pois pode estar equivocada.

4°) Regule os espelhos de forma que não seja necessário deslocamento da cabeça ou da coluna para olhar o reflexo adequado dos mesmos.

Algumas dicas também ajudam quando o percurso é longe ou surge algum desconforto:

1°) Auto-alongamentos  do pescoço e braços como nas figuras abaixo

2°) Auto-massagem na região do pescoço e ombros

3°) Um pequeno apoio extra colocado na região lombar (suportes vendidos no mercado ou até uma toalha pequena enrolada) como visto na figura abaixo

Leonardo Rodrigues

Fisioterapeuta do Trabalho e

Ergonomista

leonardo@ergosul.com.br

(Leonardo Rodrigues escreve quinzenalmente no Blog da Consultoria GestãoAdvBr sobre Saúde e Produtividade Empresarial)

Autor: Gustavo Rocha

Consultor nas áreas de gestão, tecnologia e marketing estratégicos. Acesse: www.gustavorocha.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.