Friends e a sua carreira

friendsO seriado Friends já acabou há mais de 9 anos e ainda pode nos ensinar sobre emprego e carreira.

Seus personagens tinham características que vão além do humorismo. Buscavam seus sonhos, tinham objetivos, perseguiam cada oportunidade de maneira única, enfim, bons exemplos (pelo menos em alguns aspectos).

Não apenas nas lições pessoais de amizade, de relação pessoal, de namoro e manutenção dos valores intrínsecos entre as pessoas, eles tinham no próprio seriado trabalhos, relações com os colegas de trabalho e por aí vai.

Uma interessante reportagem abordou estas relações e trouxe importantes reflexões.

Acompanhe a reportagem:

Confira 4 lições de carreira de Friends:

1. Você nunca está velho demais para mudar de carreira 
Depois de trabalhar por muito tempo em um emprego que ele não gostava, Chandler decide mudar de carreira para encontrar algo pelo qual ele se apaixone. Então, ele consegue um estágio em uma empresa de publicidade e trabalha com um grupo de pessoas muito mais jovens que ele por uma vaga efetiva na empresa. No final de tudo, a sua idade é a ideia que Chandler usa para criar um slogan genial para um tênis destinado ao público jovem. Você nunca está velho demais para mudar de carreira, então se você quer correr atrás de algo que o faça feliz, use a sua maturidade e experiência para ser bem-sucedido.

2. Siga os seus sonhos 
Joey passa as primeiras temporadas da série sofrendo rejeições na sua carreira como ator. Ele sempre ouviu que não tinha o necessário para ser bem-sucedido no ramo. Mesmo assim, ele nunca desistiu de seguir o seu sonho e conseguiu o papel que mudou a sua vida: o papel principal no seriado Days of Our Lives. Por isso, não deixe o que outras pessoas falam interferir no seu caminho. Batalhe para conquistar os seus objetivos.

3. Não deixe a sua carreira tomar todo o seu tempo 
Phoebe é um grande exemplo de como não deixar a carreira tomar todo o seu tempo. Como ela não se preocupava em tornar-se milionária e trabalhar 10 horas por dia, ela tinha bastante tempo para conversar com os amigos, cantar sobre gatos fedidos e dar à luz aos trigêmeos do seu irmão. Claro que você deve se preocupar em ser um profissional bem-sucedido, mas lembre-se de que você também deve ter tempo para fazer as coisas que você gosta.

4. Tenha objetivos 
Monica sempre teve os seus objetivos. Apaixonada por culinária, ela nunca se contentou em ser uma cozinha e, com muito esforço, tornou-se chef de um grande restaurante. Por isso, saiba aonde você quer chegar com a sua carreira e esforce-se para conquistar esses objetivos. Lembre-se de que o seu sucesso depende muito de você mesmo.

Fonte: http://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2013/06/21/1032085/4-lices-carreira-friends.html

Interessante, não?

Quais destes objetivos você compartilha? Além dos técnicos é fundamental que nossos objetivos sejam palpáveis e principalmente perseguidos incansavelmente dentro da nossa realidade.

Aliás, nos quatro pontos encontrados pela reportagem como você se vê?

Lembre-se: Dinheiro é sempre consequência da sua carreira e não o inverso.

Sua carreira é 99% de você e 1% do acaso.

#Ficaadica

______________________________________________

Artigo escrito por Gustavo Rocha
Sócio da GestãoAdvBr – Consultoria em Gestão e Tecnologia Estratégicas
[+55] [51] 8163.3333 | www.gestao.adv.br |
Contato integrado: gustavo@gestao.adv.br [Email, Skype, Gtalk, Twitter, LinkedIn, Facebook]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s