O que é mentira?

Primeiro de Abril é conhecido como o dia da mentira.

Já disse o poeta Mário Quintana que a mentira é uma verdade que esqueceu de acontecer.

Ou como afirmou Millor Fernandes: Jamais diga uma mentira que não puder provar.

Ou ainda como cantou Renato Russo: Mentir para si mesmo é sempre a pior mentira.

Friedich Nietzsche assim explicou a mentira: “a verdade e a mentira são construções que decorrem da vida no rebanho e da linguagem que lhe corresponde. O homem do rebanho chama de verdade aquilo que o conserva no rebanho e chama de mentira aquilo que o ameaça ou exclui do rebanho. (…)Portanto, em primeiro lugar, a verdade é a verdade do rebanho”.

Parece relativamente simples saber a diferença entre verdade e mentira, não é mesmo?

Vamos então pensar em conjunto: Abaixo algumas mentiras ou verdades para analisarmos:

1. Só advogado tem prazo neste país.

2. Mesmo com um proveito economico de milhares de reais, para quem contrata, o elaborar o contrato é apenas um contrato, ou seja, palavras no papel;

3. Mesmo sabedor que o advogado leva anos até o julgar final de uma causa e que seus honorários de sucumbência são tão ou igualmente importantes para o seu sustento, juízes insistem em compensar ou aviltar honorários (inclusive os oriundos da própria advocacia);

4. Em novelas, seriados, e midia em geral, a advocacia é sempre um entrave, um problema, quando não é corrupta e de conquistas por meios ilícitos ou ainda um personagem babaca, insosso;

5. Terno, gravata para o advogado. Roupas de estilo ou ternos para advogadas. E mesmo assim, mantendo postura e tendo que ter uma conduta ilibada sob pena de ser julgado pela sociedade, cliente/amigo ou parente acha ruim chegar no escritório sem marcar hora e não poder ser atendido em cinco minutos (sem pagar consulta, lógico);

São cinco exemplos de mentira, certo? Ou seriam de verdade?

Acredito que sejam mentiras, pois se tudo isto acontecesse de verdade teríamos a realidade que falta união, apoio e principalmente liderança da classe dos advogados para defender seus direitos.

Duro perceber que as verdades do dia a dia parecem mentiras para outras pessoas, quando anailsamos suas atitudes, não é mesmo?

Então, afinal, o que é mentira?

Talvez uma verdade que deixou de acontecer, talvez uma verdade que está travestida de outra para ser uma terceira que não é a primeira mais…

Não sei definir a mentira. Posso definir o que acredito e nem sempre isto será verdade para outras pessoas, sendo apenas para mim uma verdade, que obviamente não será absoluta, pois me encontro em constante evolução.

Como definir então?

Deixo a reflexão, com um verso de Mário Quintana, finalizando a quimera e verbalizando a poesia, de outrora, com rima:

Do bem e do mal
(Mário Quintana)
Todos tem seu encanto: os santos e os corruptos.
Não há coisa na vida inteiramente má.
Tu dizes que a verdade produz frutos…
Já viste as flores que a mentira dá?

Mentira ou verdade? O que importa é a realidade. Realidade? Aquilo que acontece e como você vê, isto é o cerne para você.
______________________________________________
Artigo escrito por Gustavo Rocha – Sócio da Consultoria GestãoAdvBr
http://www.gestao.adv.br gustavo@gestao.adv.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s